Category Archives: Diário de bordo

Dia de São Valentim em Cascais – 1o dia

Pousada Cascais

Chegamos em Lisboa cedinho e ficamos esperando nossos pais, irmã e cunhado que estavam vindo no outro vôo. Enquanto aguardávamos, aproveitamos para resolver o carro – sem maiores problemas. Claro que nos “empurraram” mais um seguro, que resolvemos aceitar porque na outra viagem tivemos problema com um carro que bateu no nosso enquanto estávamos estacionados. Mas isso é assunto para um outro post. Para compensar ganhamos um upgrade de gasolina para diesel, mais econômico.

Todos acomodados nos carros e pé na estrada com destino a Cascais. A cidade fica bem pertinho, cerca de 30 minutos.  O  pior é só sair de Lisboa, em virtude do trânsito.

Ficamos hospedados na Pousada de Cascais (www.pousadas.pt). Fizemos a reserva ainda aqui no Brasil, escolha do meu cunhado Gustavo. E ele acertou em cheio!!!!

Pousada Cascais

Pousada Cascais

A pousada é realmente linda, maravilhosa! Estava recém inaugurada.  Ela  se localiza dentro da Cidadela de Cascais,  que é uma fortificação  construída  entre os séculos  XV e XVII – a Fortaleza Nossa Senhora da Luz.

Cidadela

Cidadela de Cascais

Curiosidades: o Forte foi construído para proteger a cidade da pirataria inglesa, francesa e moura; foi residência real a partir de 1870 e o Rei D. Luiz I morreu lá… Ah! Foi em Cascais que a Família Real começou a frenquentar a praia…

Nesse dia nos informaram que era dia de São Valentim – dia dos namorados! Que feliz coincidência! Passar o dia dos namorados numa cidade tão linda e romântica e num hotel maravilhoso! Tudo de bom!

IMG_1807 Cascais Vista

Bem, depois do check in fomos passear pela cidade. Almoçamos num restaurante (Baia do Peixe) bem gostoso, de frente para o mar. E depois fomos andar, andar, andar. Estava um frio gostoso, com um céu lindíssimo! Ficamos até anoitecer passeando.

IMG_1818 Cascais Ge e Bi

Voltando para o hotel, encontramos nosso quarto quentinho, com chinelos e roupões a disposição. Sem contar o delicioso edredon de plumas de ganso (que tem em todos os hotéis da rede de Pousadas Pestana)… Queria cama! Mas, e o jantar romântico?

Então o jeito era sair novamente.

IMG_1831 Cascais fim de tarde

Reservamos o jantar num restaurante que fica dentro da cidadela, mas que não pertence ao hotel. O cardápio do dia era único, em virtude da noite dos namorados, um menu degustação de 6 pratos. Como tínhamos comido MUITO no almoço, resolvemos dividir cada menu por casal (éramos 4 casais, meus pais e nós  3 com os maridos).

A Angélica e a mamy pediram os coquetéis do dia dos Namorados, um deles com pimenta. Lindos e deliciosos! O restante do grupo foi de vinho: Quinta do Vallado, super recomendado.

Quinta do Vallado

Quinta do Vallado

Os pratos também estavam perfeitos. Lembro de alguns: a entrada de ostra, o “peito de pintada em um jardim de banana e legumes (pintada é galinha d’angola!), a mousse de beterraba. A sobremesa foi eleita por alguns do grupo como a melhor dessa viagem: tronco de sorvete de chocolate amargo com morango e physalis. Dos Deuses!

 

Pintada

Pintada

Beterraba

Mousse Beterraba

Physalis

Sobremesa

Depois dessa “orgia” de comida fomos, enfim,  para o quarto quentinho e fofo!

E no dia seguinte, mais comida: o café da manhã (ou, se preferir, pequeno almoço) é servido no deck de frente para o mar, ao lado da piscina coberta. Como estava muito  frio, ficamos do lado de dentro, mas a vista mesmo assim é linda, porque o restaurante é todo de vidro.

IMG_1876 Cascais Cafe da Manha

O café da manhã tem de tudo, inclusive champagne – que o Gustavo não conseguiu dizer não, mesmo sendo 8 horas da manhã! Comemos muito novamente e nos despedimos de Cascais com uma vontade de continuar por lá.

Próxima parada: Mérida, na Espanha – a cidade que realmente nos surpreendeu.

Ah! se tiverem a oportunidade, passem o dia de São Valentim lá em Cascais. Tudo é prefeito: o hotel, a cidade, o friozinho… Um dia com certeza tenho que voltar…

 

Preparativos Europa 2013

 

Preparaticos Europa 2013

por Fabiana

Mais uma viagem em família!

Como ainda não postei sobre as outras viagens (prometo que irei fazer um diário de cada uma delas, para vocês notarem as diferenças e evoluções), vou explicar como funciona a nossa viagem em família.

Fomos nós três (eu, Fabiana, Fernanda e Angélica) os respectivos maridos (Beto, Gustavo e Max) e nossos pais (Izabel e Oswaldo).

Nos reunimos nas férias e programamos o que iríamos fazer. Tentamos ir a outros lugares do mundo, mas sempre voltamos para Portugal e Espanha… Meu pai é de família Portuguesa então já podem imaginar de onde vem a paixão que contaminou a todos…

Bem, definido o lugar cada um pode escolher uma cidade, e assim traçamos a rota.

Nessa viagem as escolhas foram:

Eu: Lorvão (para ver uma igreja e um hospital psquiátrico, que já foi um convento )

Beto: Nunca escolhe nada… Tudo pra ele está bom…

Fernanda: Tentugal (para comer os  famosos pastéis de Tentugal)

Gustavo: Douro (esse só pensa em vinho, é o nosso sommelier)

Angélica: Cascais

Max: Porto (para ir novamente a um restaurante que amamos!)

Mamãe: Fátima (sempre!)

Papai: ele e sua infinita cultura. Escolheu Mérida. Tivemos que desviar da rota, confesso que a contragosto… Mas foi a maior surpresa da viagem… Ah! Ele também quis voltar em Santiago de Compostela.

Roteiro definido, hora de reservar os hotéis. Essa parte a Nanda e eu que somos as encarregadas. Mas a maioria dos meus hotéis não cabem no orçamento… Mas isso é detalhe.

Pesquisamos sempre pelo booking.com (não ganhamos NADA por isso). Sempre deu certo. Fazemos a reserva por eles e mandamos a cópia para o hotel,  explicando que somos uma família, estamos comemorando alguma coisa, queremos ficar perto… Muito bom, recomendamos.

Como estávamos viajando no inverno (Fevereiro) tivemos que escolher hotéis que tivessem restaurante para jantarmos sem ter que sair, em virtude do frio. Nossos pais já são da “idade do ouro”, então alguns cuidados tiveram que ser tomados.

Pefeito! Tudo pronto. Hora de pesquisar o que comer… e nisso somos realmente especialistas! Pesquisamos o que tem de típico em cada região, anotamos e provamos tudo… A melhor parte da viagem!

Últimos detalhes: fomos de TAP, 2 vôos. Um saindo de Belo Horizonte com nossos pais, a Angélica e o Max; e o outro saindo de Guarulhos, comigo, Beto, Nanda e Gustavo.

Nossa viagem foi do dia 12 de fevereiro a 2 de março de 2013. Alugamos 2 carros e fizemos todo o trajeto com eles.

Ah! nesse vôo minha irmã teve um upgrade para a classe executiva! Leiam o texto dela aqui no site.

Próxima parada: Lisboa, na terrinha!

 

Napa Valley

napaairporter.com

NAPA VALLEY

 por Fernanda

napaairporter.com

napaairporter.com

O Vale do Napa tem esse nome devido ao rio que corta a região, e é considerado por uma série de fatores climáticos um dos melhores lugares do mundo para o cultivo de uvas viníferas. O Napa Valley é, portanto, reconhecido internacionalmente como a melhor região produtora de vinhos dos Estados Unidos.

Ele está localizado a cerca de 100km de São Francisco e vale muito a pena conhecer, não só para quem aprecia vinhos, mas também para aqueles que adoram roteiros românticos…

Visitamos a região por 3 dias, tempo ideal para explorar bem as vinícolas e os maravilhosos restaurantes.

Nosso ponto de partida foi a cidade de Napa onde nos hospedamos no hotel “SPRINGHILL SUITES MARRIOTT”muito bom, confortável e um ótimo café da manhã.

http://www.marriott.com

http://www.marriott.com

Dividimos nossa viagem por “vinhos”, o primeiro dia para tintos e brancos, o segundo dia para espumantes e o terceiro para repetir o que mais gostamos ou conhecer outras vinícolas.

Como estávamos fazendo uma viagem de carro pela Califórnia (meu marido e eu), acabamos adotando a estratégia de revezar a direção, mas no final quem mais dirigiu fui eu. Existe uma série de tours que levam os turistas de vinícola em vinícola, mas definitivamente não serve para nós, gostamos de estar livres… sem compromissos…

Vale a pena lembrar que dirigir sobre influência de álcool na Califórnia é considerado uma ofensa grave e rende ao infrator cadeia logo na primeira ocorrência e esta varia de 96 horas à 6 meses de prisão.

Não vou comentar sobre cada vinícola visitada, apenas vou citar as que valem a pena conhecer na minha opinião.

 

Primeiro dia:

Como já disse, dia de tintos e brancos, e eu como apreciadora da uva ZINFANDEL, dei especial atenção a ela.

Vinícolas visitadas :

Almoçamos no bistro “DON GIOVANNI”, Fantástico!!! Onde experimentei o melhor Zinfandel da viagem: Seghesio, da vinícola de mesmo nome.

www.bistrodongiovanni.com

www.bistrodongiovanni.com

Neste dia jantamos no restaurante do chef Michael Chiarello, o Bottega Ristorante, localizado em Yountville. É o lugar ideal para os amantes de vinho apreciarem os inventivos pratos do Chef com forte influência italiana. Tudo PERFEITO!!! Requer reserva com bastante antecedência.

http://www.botteganapavalley.com/

http://www.botteganapavalley.com/

Segundo dia :

Oba!!! Dia de Espumantes!!! E disso eu entendo bem!!!

Pegamos a estrada novamente (HWY 29), e partimos rumo às perlages (borbulhas do espumante). Fizemos esse passeio em janeiro e as vinhas estavam todas amarelas por causa das flores das mostardas que são plantadas nos pés das parreiras… a paisagem fica linda… indescritível…

As vinícolas que escolhemos foram:

Vinícola V. Sattui, produz vinhos de variados tipos de uva e possui venda direta ao consumidor. Além disso, é famosa por sua Cheese Shop & Deli, onde você pode comprar pães, queijos , saladas, sanduiches e outras coisinhas para fazer um piquenique. Ao redor da loja existe uma área perfeita para isso. É uma das melhores opções no vale para comidinhas rápidas.

Como estávamos com reserva para o almoço no Wine Spectator at Greystone, comprei mostardas, queijos e mais algumas delícias para fazer uma degustação no hotel à noite.

O restaurante Wine Spectator at Greystone pertence ao Culinary Institute of America, e fica em Santa Helena. Comida realmente muito boa, vale a visita, seja para almoço ou apenas um lanchinho.

 Comparada a Yountville, St. Helena parece uma cidade grande, apesar de só ter uma rua. Yountville é ainda menor, mas muito bonitinha. Santa Helena é um dos lugares com a maior concentração de restaurantes estrelados dos Estados Unidos. A culpa disso é de Thomas Keller, que tem três restaurantes ali.

Terceiro dia :

A essa altura você já misturou um pouco o que bebeu e aonde bebeu… só não consegue esquecer o que era realmente ruim… No meu caso o Zin (zinfandel), meu preferido, corria pelas minhas veias…

 Nesta dia visitamos:

 Para finalizar, jantar no Bouchon Bistro do chef Thomas Keller, que executa nesse bistrô receitas francesas tradicionais. Reserve com antecedência, é perfeito.

Endereços :

SPRINGHILL SUITES MARRIOTT

101 Gateway Road East – Napa

Califórnia

BISTRO DON GIOVANNI

707-224-3300
4100 Howard Lane, Napa, CA 94558

BOTTEGA RISTORANTE
www.botteganapavalley.com
V Marketplace
 6525 Washington Street, A9
 Yountville, CA 94599

CHEESE SHOP E DELI

1111 White Lane (at Hwy 29)
St. Helena, CA 94574
707-963-7774

BISTRO BOUCHON

www.bouchonbistro.com

Yountville

707-9448037

WINE SPECTATOR AT GREYSTONE

CIA at Greystone Restaurants
2555 Main Street
St. Helena, CA 94525
Phone: 707-967-1010